Quais as Tendências no Mundo e no Negócio do Vinho para 2024?

Quais as tendências no Mundo e no Negócio do Vinho para 2024?

As tendências mudam cada vez mais rápido e não temos bola de cristal, por outro lado temos ferramentas que nos permitem prever tendências e comportamentos de mercado.

Temos tendências que são mundiais, tendências regionais e nacionais. Isto é influenciado por diversos aspectos, económicos, sociais, culturais, turísticos e muito da relação que temos com o Vinho e com o consumo de álcool.

Quais as tendências no Mundo e no Negócio do Vinho para 2024?
  • Vinhos NO-LO Álcool e Moderação
  • Principalmente, mas não só, para as camadas mais jovens, o Vinho e o consumo de Álcool mudaram e muita gente agora tem mais cuidado com o que consome e muito cuidado com quanto consome. Em países como Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido e Japão isto é uma tendência cada vez maior, que se alastra a outros países.
  • É preciso entender os motivos, que não são só relacionados com Saúde, mas com modas, com apelo de outras bebidas, o leque de bebidas com álcool e sem álcool alargou-se muito. 
  • A concorrência está sobretudo fora do Vinho!

  • Polarização dos Preços – Premiumização
  • As categorias que mais crescem são as premium e de preço mais baixo. Menos consumo para algumas pessoas, significa poder consumir melhor qualidade. Por outro lado os pontos de vendas conforme o seu posicionamento cada vez se especializou mais, se no off trade é normal que a variedade seja muita, mas o maior volume esteja no preço baixo, no on trade com custos cada vez maiores é natural que se queira mais margem em cada garrafa.
  • Por outro lado, tendo em conta o cenário económico em alguns países e a instabilidade económica vê-se que em muitos países a classe média se contrai, o que significa que o seu consumo provavelmente vai para categorias de preço mais baixo.

  • Novos Formatos e Funcionalidades no Packaging
  • Não só no Vinho, mas em todas as bebidas, as Empresas continuam constantemente a procurar novos formatos, maiores, menores, preocupados com sustentabilidade, mas também com o marketing e conforto no consumo. 
  • Além dos novos formatos, novos materiais, vamos ter também cada vez mais as marcas a querer comunicar com os consumidores através das embalagens, levando-os às Redes Sociais, Sites, Chatbots, etc. A conversa pode começar na embalagem.
  • Garrafas ou outras embalagens que podem ter um segundo uso com outra função.
  • Embalagens Premium, Sustentáveis, RTDS, Mini Garrafas,Retornáveis, Recicláveis e que comunicam com o consumidor, seja através de realidade aumentada ou QR Codes.

  • Comunicação e Marketing
  • É preciso continuar a procurar comunicar com os vários segmentos de clientes, compreender com quem as nossas marcas querem comunicar, quem corresponde e se envolve, em que canais estão, que ferramentas utilizar e que parceiros envolver.
  • Colaborações – Seja entre Parceiros: Produtor; Distribuidor; Garrafeira; Restaurante podem e devem trabalhar em conjunto entre si, e com criadores de conteúdo que cheguem ao seu público alvo.
  • Comunicação que apela a mais sentidos, tentando transportar o receptor para uma experiência mais próxima do real.

  • Nos Bares e Restaurantes vamos ver diferentes tendências:
  • Criações Cruzadas combinando várias bebidas, com o Vinho a participar de cocktails inesperados.
  • Sobremesas com bebidas alcóolicas 
  • Experiências sensoriais são cada vez mais valorizadas.

  • Sustentabilidade
  • Cada vez mais presente em toda a cadeia, cada vez mais uma preocupação para os decisores nas compras, cada vez mais para o público. Terá de ser uma preocupação não só para os Produtores, mas para toda a cadeia de valor. Tendências como garrafas reutilizadas vão ser cada vez mais normais.
  • Se tivesse de destacar uma preocupação que as empresas devem ter, é a transparência, os consumidores estão cada vez mais alerta para possíveis tentativas de enganá-los. É mais importante as empresas serem claras e transparentes no ponto em que estão no seu caminho para a sustentabilidade, do que “fingirem” estar mais à frente do que estão.

  • Fusões e Aquisições – Um movimento que já não é novo, mas que vai continuar a crescer, com empresas do setor a fundirem-se ou adquirirem outras. Não só na Produção, mas em outras áreas como importadores, distribuidores, e-commerces, empresas de inovação,etc.

  • Tecnologia e Inteligência Artificial – A tecnologia já era omnipresente, da Vinha ao Ponto de Venda, com a “chegada” da Inteligência Artificial a todos, com um crescimento exponencial, vão surgir muitas aplicações em toda a cadeia.
  • Vendas – Nas vendas, o cliente e a comunicação vão ser cada vez mais o centro das atenções, o envolvimento de toda a comunicação da empresa, com as equipas de marketing e de vendas. Compreender o cliente, prever o cliente e analisar dados são a chave do sucesso de vendas. 

Partilhar:

More Posts

Envie-nos uma mensagem